Meu primeiro computador

Durante os estudos me deparei com um problema sério: Meu notebook (na verdade da empresa) i5 com 8Gb de Ram não aguenta os Labs mais complexos do Windows Server, Exchange e System Center 🙁

Infelizmente o VirtualLabs da Microsoft não disponibiliza um ambiente com Exchange para estudo. Para as Provas 70-410, 70-411 e 70-412 quando eu precisava rodar algum Lab mais pesado, utilizava a estrutura deles, mas desta vez não vai dar.

Inicialmente meu desejo era ter um Lenovo Thinkpad dos mais tops, mas para isso precisaria ter a grana para comprar tudo de uma vez. A saída então seria comprar um Desktop, peça por peça e aos poucos.

Uma vantagem deste formato é que além de poder comprar aos poucos, as peças para desktop são mais baratas e permitem uma configuração muito mais robusta de hardware.

Dica para quem está sem grana > Você pode tentar utilizar o período gratuito do Azure para rodar os Labs que sua máquina não suporta. Vai ser um esforço brutal, já que os dias para cada conta free são limitados e o valor a ser gasto também, mas fica aqui como uma solução 😉

Vou precisar montar peça por peça, de pouco em pouco por causa da grana para não comprar uma máquina mais ou menos e me arrepender depois.

Vou registrar as etapas da montagem e compra de cada peça do PC e postar aqui.

#1 – Monitor

A primeira de todas eu já fiz que foi adquirir um monitor maior para fazer a leitura e execução de labs de forma mais eficiente, o modelo escolhido foi um Samsung S24E310.

O bicho é grande e muito bom, para quem precisa de um segundo monitor ou até mesmo quer usar ele como único monitor (que é o meu caso) ele é muito bom pois tem espaço suficiente para abrir duas telas sem passar aperto.

Monitor s24e10

 

#2 – Gabinete

Pesquisei vários Gabinetes tentando chegar em um equilíbrio entre custo x benefício x design e o que mais me atraiu destes foi o MasterCase 5 da Cooler Master. Por pouco não compro um da Corsair mas não resisti a qualidade desse modelo e as possibilidades de upgrades instalando módulos diferentes da própria Cooler Master.

Ele é um MidTower, quando comprei pensei que não seria muito grande mas a hora que chegou, me deixou impressionado com o tamanho.

 

gabinete mastercase 5 da cooler master

#3 Fonte

Para aguentar o tranco com sobra e para aproveitar uma promoção maluca, a fonte escolhida foi uma Corsair CX750. Não escolhi uma fonte modular pois o valor não compensava e como não pretendo ficar trocando de fonte e gabinete, não havia motivo para mais este custo.

 

corsair cx750

#4 Water Cooler + Top Cover

Como vou pegar um processador um pouco mais parrudo e pensando em fazer overclock futuramente, apelei para um Water Cooler com radiador de 240mm.

Estava em dúvida sobre qual comprar, cheguei a pensar em comprar um Corsair cheio de perfumarias, o que não seria má ideia, mas na minha busca acabei encontrando um Thermaltake Water 3 Extreme S por um preço muito menor do que o Corsair e até mesmo menos do que o Thermaltake em seu preço normal.

O desempenho é o mesmo e em alguns testes até superior, ele só não conta com controle de velocidade das ventoinhas via software como o Corsair H110i mas tem outras formas de fazer isso.

Meu gabinete permite a instalação de Radiadores de até 140mm  na frente mas para deixar as coisas mais organizadas comprei um módulo de Radiador para o topo do Gabinete. Como o MasterCase 5 é modular então isso foi fácil.

#5 Memórias

Para rodar os Labs que preciso, vou colocar 64GB de Memória, para isso comprei aos poucos 3 Kits de memória. Um de 32 GB e dois de 16 Gb da Corsair de 3000 mhz

 

#6 SSDs

Para LABs mais pesados, rodando diversos servidores e alguns deles bem exigentes como o Exchange não existe outra opção senão  utilizar SSDs. Para cumprir essa tarefa vou colocar 2 SSDs Samsung Evo 850 de 500 Gb e um que já tinha de 128Gb para o sistema operacional.

Encontrei um preço excelente no Ebay e mesmo sendo taxado ficou 50% do valor que pagaria aqui no Brasil.

 

#7 Processador

Aqui eu chutei o balde, inicialmente minha ideia era ter um i7 6700k (4 núcleos e 8 threads) mas ia ficar no limite para rodar diversas VMs ao mesmo tempo. Então procurei bem e encontrei por um valor um pouco próximo um i7 6800k (6 núcleos e 12 threads).

O clock por núcleo é menor, porém o fato de ter mais núcleos e threads aumenta consideravelmente a performance na execução de múltiplas VMs além de dar acesso a outros recursos como ter 128gb de memória em 4 canais separados e 15mb de cache.

A grande desvantagem é o valor da Motherboard pra este tipo de soquete(2011-3) que vai ser o dobro de uma placa mais simples.

Intel-6800k-processador-i7

 

#8 MotherBoard

Para essa categoria de Processadores, eu precisaria de uma placa baseada no chip x99. A escolhida para fazer isso foi uma MSI X99A SLI PLUS que também comprei no Ebay, juntamente com o meu processador.

placa-mae-MSI-X99A-SLI-PLUS-motherboard

Ícaro Melo

Especialista em Tecnologias Microsoft, Redes de Computadores e Infraestrutura. Como hobby, faço monetização de sites com Adsense e Afiliados.

  • Tom Tom

    Caramba, uma ótima máquina, estou pensando em copiar as specs e montar uma para meus estudos de CCNP/futuramente CCIE Security.

    • Cara é muito bom viu, dá pra estudar tranquilo pra qualquer prova de certificação agora.